Gás de cozinha vai ter novo aumento

O botijão vai ficar 12,2% mais caro em todo o País

Por Marília Ariente 06/09/2017 - 10:02 hs
Foto: Antonio Trivelin
Gás de cozinha vai ter novo aumento
Com o aumento duplo, o preço do botijão deve chegar a até R$ 79,00

A partir desta quarta-feira (6), o botijão de gás estará mais caro em 12,2%. O reajuste foi anunciado pela Petrobras. No dia 2 de setembro, os preços já tinham subido entre 8% e 12%, por iniciativa das Companhias Distribuidoras. O reajuste em setembro ocorre anualmente, mas neste mês, coincidiu com o índice mais alto proposto pela Petrobras. Com esse duplo aumento neste mês, o preço do botijão deve chegar a até R$ 79,00. A informação é de Fábio Augusto Zacharias, gerente da Ultragaz Piracicaba.

Segundo ele, o mês de setembro é o escolhido pelas empresas para o reajuste anual para correção dos custos e é também o mês de aumento de salário da categoria, o que obriga o repasse do custo ao consumidor. "Em abril, a Petrobras emitiu nota informando o reajuste mensal para equilíbrio do preço. Para os distribuidores é um momento difícil, de crise econômica, desemprego, mas o valor do reajuste do preço é determinado e temos de aplicar", afirmou.

Ele disse que o preço médio de venda, até ontem era de R$ 65,00, ficando entre R$ 60,00 a R$ 69,00; "Com esse novo aumento, o preço deve ficar de R$ 75,00 a até R$ 79,00, o botijão de 13 quilos", disse.

"Se for mantida a média de reajuste mês a mês até dezembro, como previu a Petrobras, o preço poderá chegar a R$ 100,00. De abril a agosto, o reajuste ficou entre 5% e 8%. Neste mês foi de 12,2%, por causa da variação do dólar, do euro e do preço do barril de petróleo", completou.

Segundo ele, os revendedores reduziram bastante a margem de lucro por causa da crise e do desemprego, mas chega um momento que é preciso reajustar, diante dos aumentos constantes, que seguem a tendência do mercado. "Não há mais o preço fixado pelo governo. Agora os valores acompanham os preços internacionais", comentou.

Na última análise de preços feita pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), no dia 22 de agosto, foram pesquisados 16 locais de revenda de botijão de gás, o GLP. Em oito delas o preço ao consumidor era de R$ 50,00.

Em três lojas o valor encontrado era de R$ 53,00, em duas, R$ 55,00. Em outras três tinham preços de R% 57,00, R$ 60,00 e R$ 65,00. A nova análise de preços da ANP está sendo feita nessa semana e será divulgada a partir do dia 11 de setembro.

 

 

Fonte: Gazeta de Piracicaba