Google vai enviar alertas a vítimas de incidentes como terremotos, enchentes e atentados terroristas

Notificações no app de buscas e avisos no Maps mostrarão informações a vítimas de enchentes

Por Marília Ariente 25/07/2017 - 11:02 hs
Foto: Divulgação/Google
Google vai enviar alertas a vítimas de incidentes como terremotos, enchentes e atentados terroristas
Aplicativo de busca do Google mostra alertas de SOS durante situações de emergências

Se você estiver no meio de um deslizamento de terra, enchente ou uma grave crise humanitária, não se surpreenda se o Google mandar uma notificação para seu smartphone. A empresa anunciou nesta terça-feira (25) os alertas de SOS, um sistema que exibirá informações úteis durante situações de emergência no aplicativo de buscas e no de mapas.

Esses alertas remeterão para o app de busca, que mostrará links para responder a perguntas como:

- o que está acontecendo?

- a que serviços recorrer?

- quais entidades podem ajudar?

- telefones úteis

As notificações para quem estiver no raio de ação do incidente serão apenas uma das formas a mais de espalhar informação sobre a situação.

Pico de buscas

Durante esses eventos de emergência, o Google costuma registrar um aumento de pesquisas relacionadas a eles.

Por isso, os alertas SOS também compilarão informações para pessoas que recorrerem ao aplicativo de busca para descobrir do que se trata o evento.

Como essas pessoas não estão no olho do furacão e provavelmente estarão mais preocupadas em compreender a situação do que em salvar a própria vida, a gama de informações exibidas serão menos imediatas e para dar um contexto maior da crise. Serão exibidos, por exemplo, links para as principais notícias e mensagens publicadas no Twitter por autoridades locais.

Emergência no Maps

Além do app de busca, o Google Maps também será usado para enviar os alertas de SOS. As pessoas que pesquisarem por lugares próximos do incidente serão avisadas do que ocorre ali.

Matias informa que o Google não enviará alertas para todos os incidentes. “Se nós conseguíssemos acelerar o tempo para o momento em que gostaríamos de estar no futuro, gostaríamos que as pessoas se beneficiassem com a ferramenta em qualquer crise que surgisse, seja lá qual fosse a magnitude”, diz. “Hoje podemos prestar a atenção apenas às crises muito grandes.” Serão terremotos, enchentes, grandes incêndios ou tiroteios.

O Google vai intervir em casos de impacto e de repercussão mundial. “Ao observar o aumento das buscas por informações dessa situação, o que estamos tentando descobrir é quantas pessoas são afetadas, quanto essa informação poderá ser útil a elas”, diz Matias.

“Obviamente, todos os dias temos crises menores em termos de magnitude, mas cada uma delas são devastadoras para cada uma das pessoas envolvidas.”

Sem internet

Os alertas SOS são uma evolução das ferramentas do Google para auxilia vítimas durante desastres, como o People Finder, que desde 2010 ajuda parentes e amigos de pessoas atingidas a encontrar seus entes queridos.

Segundo o executivo do Google, os envios de alertas já estão sendo aprimorados para suprir algumas lacunas. “Em muitos desastres naturais, você perde a conexão. Assim, seja lá o que mostremos, não vai ajudar.” A empresa já conduz testes de como enviar as informações aos atingidos mesmo quando a internet não funciona.

 

 

Fonte:  G1