Sexta, 18 de outubro de 2019
19 99335-2644
Geral

18/02/2019 às 13h50

4.300

Redacao

Piracicaba / SP

Hopi Hari prevê reativar 'La Tour Eiffel' e diz tentar acordo com BNDES para evitar leilão de bens
Brinquedo está fechado desde acidente que resultou em morte, há sete anos, e prevê retorno em agosto.
Hopi Hari prevê reativar 'La Tour Eiffel' e diz tentar acordo com BNDES para evitar leilão de bens
Fernando Evans / G1

O parque de diversões Hopi Hari, em Vinhedo (SP), planeja recolocar o brinquedo "La Tour Eiffel" entre as atrações disponíveis ao público até agosto, após mantê-lo fechado por sete anos, segundo a assessoria do empreendimento. Além disso, a gestão afirma que, em meio à recuperação judicial, trabalha para repactuar um acordo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e, com isso, evitar que terreno e bens sejam leiloados no pagamento de dívidas com a financeira. Ele cobra R$ 229,4 milhões e, por outro lado, nega negociações. Veja abaixo detalhes.
O "elevador" está fechado desde a morte da adolescente Gabriela Nichimura, em fevereiro de 2012. À época, a garota de 14 anos morava no Japão e veio ao Brasil para férias com os pais e a irmã.


De acordo com o Hopi Hari, um engenheiro da empresa responsável pela fabricação do brinquedo esteve no parque, entre segunda e sexta-feira (15), e "elogiou o excelente estado de conservação e manutenção das atrações [...], sobretudo da La Tour Eiffel". O estabelecimento, às margens da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), completa 20 anos de inauguração em novembro.
"Estamos trabalhando para o retorno da La Tour Eiffel nos próximos seis meses, dependendo apenas dos prazos de entrega de alguns componentes da Suíça", informa texto. Por outro lado, a assessoria não confirmou, até esta publicação, se características do brinquedo serão alteradas.
O empreendimento destacou que, embora tenha permissão para receber até 26 mil visitantes por dia, mantém limitação em 10 mil com objetivo de oferecer "a melhor experiência aos visitantes" por registrar filas menores nas atrações. "Estamos com 98% das atrações em operação [...] apenas La Tour Eiffel ainda não foi reinaugurada, mas seu processo de reativação já foi iniciado", diz nota ao lembrar que, no atual momento, a nota de avaliação concedida pelos visitantes está em 9,2.



Planejamento




Em abril do ano passado, o juiz Fábio Marcelo Holanda, da 1ª Vara de Vinhedo (SP), aprovou a proposta de recuperação do parque na qual são contemplados os pagamentos de fornecedores, prestadores de serviços, funcionários e ex-funcionários, mas excluiu os quatro maiores credores do parque de diversões, entre eles, o BNDES. A assessoria destaca que planeja zerar as dívidas."Estamos cumprindo o plano aprovado e trabalhando para a geração da receita necessária para efetuarmos propostas para os credores que ficaram de fora", informa texto.


Ao ser questionada sobre o processo movido pela financeira, que tem a receber 57,3% da dívida total de R$ 400 milhões, a assessoria informou que o Hopi Hari trabalha para repactuar um acordo que já teria sido feito em período anterior, mas não concretizado. Detalhes não foram informados.



À espera




Em nota, o BNDES informou que apresentou duas petições à Justiça Federal, entre novembro e dezembro do ano passado, para que bens como terreno, benfeitorias e equipamentos sejam levados a leilão. "As petições aguardam análise e decisão do Juízo", diz texto.
Sobre o suposto acordo que o parque Hopi Hari planeja repactuar para pagar as dívidas, a assessoria do banco destacou que não há negociações em andamento.
"O acordo anterior não foi cumprido e a devedora é executada na Justiça Federal".



 


 


 

FONTE: Portal G1/globo.com

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium