Céu ou inferno? XV foca sequência no Barão para traçar caminho na Série A2

Nhô Quim terá duelos diante de Taubaté e Guarani nos próximos dias e mira vitórias para grudar na zona de classificação. Em outro caso, Alvinegro se complicará de vez

Por Marília Ariente 08/02/2017 - 11:05 hs
Foto: Evandro Pelligrinotti / XV de Piracicaba
Céu ou inferno? XV foca sequência no Barão para traçar caminho na Série A2
Nhô Quim trabalha focado na primeira vitória no Paulista da Série A2 .

Somente três rodadas após o início da Série A2 e o XV de Piracicaba vive momentos decisivos na Série A2 do Paulista. Isso porque, os dois próximos jogos, contra Taubaté e Guarani, no Barão da Serra Negra, são considerados de extrema importância para as pretensões do time comandado pelo técnico Cléber Gaúcho. O elenco, aliás, sabe que é preciso fazer as contas para sair da Z-4.

– A gente tem que sair da zona de rebaixamento. Não tem outra meta agora. Temos que jogar com responsabilidade e não colocar mais pressão em nós. Perdemos em casa, o que não poderia ter acontecido, mas agora teremos dois jogos seguidos no Barão. Se a gente somar de quatro a seis pontos, iremos brigar pelo G-4. Vai ser fundamental importância – disse o goleiro Mateus Pasinato.

O confronto diante do Taubaté é na sexta-feira (10/02), às 20h, enquanto que o jogo contra o Guarani será na terça-feira (14/02), no mesmo horário. Pasinato reconheceu que o sinal de alerta está ligado devido a falta da vitória nas três primeiras rodadas, mas sabe que em caso de novos tropeços a situação se complicará, uma vez que o Nhô Quim ficará entre os piores da competição estadual.

– São adversários diretos. O campeonato está no começo e o sinal de alerta está ligado. Ninguém queria isso, pois mantivemos o grupo e esperávamos ter mais entrosamento em relação as outras equipes. Mesmo se não ocorrerem os resultados, não podemos jogar a toalha. A distância para os primeiros ainda é baixa. É um campeonato difícil, mas está tudo bem equilibrado – completou.

Com dois pontos, frutos dos empates contra Rio Preto (2 a 2) e Água Santa (1 a 1) e da derrota diante do Sertãozinho (3 a 1), o XV aparece na 16ª colocação e integra a zona de rebaixamento ao lado de Rio Preto, Capivariano, Juventus, Mogi Mirim e União Barbarense.

 

Fonte:Globo Esporte